Lição 2 - Obedeça aos pais

3º Trimestre: Edição Especial 

ESBOÇO DA LIÇÃO
Por que tenho que obedecer?
O preço da desobediência?
Princípio vitais em relação aos pais

OBJETIVOS DA LIÇÃO
Identificar o valor da sabedoria;
Demonstrar a obediência aos pais;
Analisar os benefícios da obediência.

OBEDIÊNCIA E AMOR

Infelizmente, a palavra obediência hoje está relacionada muito aos aspectos negativos do relacionamento humano. Associam com ela a ideia de ser “subjugado”, “aprisionado”, “oprimido”. Trazem também uma concepção de que a obediência é sempre uma “condição” de “oprimido em relação ao opressor. Uma oriunda de uma visão materialista da relação humana. O que não significa dizer que tal leitura não tenha razão em partes, mas olhar o todo da relação humana com essa visão é reducionismo, principalmente, com o que as Escrituras querem dizer com obediência.

As Escrituras dão à virtude da obediência aspecto positivo e construtivo.Ela revela o reconhecimento de uma hierarquia no mundo que se inicia em Deus (Gn 1) e que se sustente numa relação de amor (Jo 3.16). Esse reconhecimento perpassa a família, o Estado e o Mundo. Pense na possiblidade de um mundo sem leis, hierarquia e parâmetros a serem respeitados, logo, obedecidos? 

A primeira noção de obediência que o ser humano encontra é na família. A relação concreta entre ele e seus pais implica o exercício e o aprendizado dessa virtude. A partir desse relacionamento,o ser humano tem as primeiras noçõesque a relação com outros entes sociais implicará a virtude da obediência, agora fora do eixo familiar. Essa relação fora do eixo familiar inicia com a creche/escola. Paralelamente, ele vive outras experiências de relacionamento na sociedade.

A virtude da obediência se revela no reconhecimentoda hierarquia que provém de Deus. Por isso, ela começa primeiro em Deus. O Criador é a autoridade maior da existência, pois foi Ele quem nos criou, formou física e espiritualmente (Zc 12.1). Além disso, e principalmente, essa relação com Deus implica amor. Esse amor está baseado em tudo o que Deus é. É impossível obedecê-lo sem amor. Por isso que a relação entre Deus e os homens é uma relação amorosa, como disse o apóstolo João: “Nós amamos porque Deus nos amou primeiro” (1 Jo 4.19).

Mas para amar a Deus, é preciso também amar o ser humano, “Pois ninguém pode amar a Deus, a quem não vê, se não amar o seu irmão, a quem vê” (1 Jo 4.20). A primeira relação do ser humano se dá com seus pais.

Nossos pais educaram-nos, zelou por nossas vidas à medida que o tempo foi passando. Obedecê-los é reconhecer essa autoridade existencial e sacrifício de pura entrega de suas vidas pelas nossas vidas, esse puro amor. Ora, quem pode calcular o amor de uma mãe? Quem pode calcular o amor de um pai? Quem poderá imaginar a dor que dilacera os pais pela perda de um filho?

Qual filho não amaria a sua mãe? Qual filha não amaria o seu pai? Obedecer ou não obedecer implicar responder essas duas perguntas. 

Que nesta lição, o Espírito Santo use o seu ministério para trazer consciência aos adolescentes de sua classe, no sentido de relacionar com toda a força bíblica: obediência e amor.

Boa aula!

Marcelo Oliveira de Oliveira
Redator da Revista Adolescentes Vencedores

Cadastre-se e receba ofertas e novidades por e-mail.