Subsídios Lições Bíblicas - Adultos

Lição 5 - A Mordomia da Igreja Local

3° Trimestre de 2019

ESBOÇO GERAL

I – A MORDOMIA DOS BENS ESPIRITUAIS
II – A MORDOMIA DA AÇÃO SOCIAL DA IGREJA 
III – A MORDOMIA DOS CRENTES NA IGREJA LOCAL

Elinaldo Renovato

       A igreja local é a expressão da comunidade cristã, que constitui a “[...] universal assembleia e igreja dos primogênitos, que estão inscritos nos céus [...]” (Hb 12.23a). Nesse aspecto, o místico, ela é chamada de a “Igreja Universal”, o “Corpo de Cristo”, ou a “Noiva do Cordeiro”. É formada por todos os crentes, salvos, vivos (ou mortos), santos e fiéis. Ela só pode ser vista ao mesmo tempo por Deus, que, do seu Trono, vê todas as pessoas e todas as coisas num “eterno agora”, como diria um grande teólogo. Como tal, a Igreja é um organismo espiritual, tendo Cristo como a Cabeça, como diz Paulo aos Colossenses: “E ele é a cabeça do corpo da igreja; é o princípio e o primogênito dentre os mortos, para que em tudo tenha a preeminência” (Cl 1.18), e os crentes são como seu Corpo. Nesse aspecto, a Igreja tem a administração espiritual, sobrenatural, estando sob a direção do Espírito Santo (Jo 14.26). Só precisamos colocar-nos sob sua dependência para tudo funcionar bem.  

      É a essa Igreja que se refere o autor do livro “Aos Hebreus”, que se expressa de modo eloquente nas seguintes palavras: “Mas chegastes ao monte Sião, e à cidade do Deus vivo, à Jerusalém celestial, e aos muitos milhares de anjos, à universal assembleia e igreja dos primogênitos, que estão inscritos nos céus, e a Deus, o Juiz de todos, e aos espíritos dos justos aperfeiçoados” (Hb 12.22,23 – grifo nosso). Nessa Igreja (com “i” maiúsculo), só os salvos de verdade estão incluídos, tanto os vivos como os que já morreram, desde a fundação do mundo.

      No âmbito da igreja local, que é o objeto deste estudo neste capítulo, a igreja é formada por pessoas que se unem e que se reúnem para adorar e servir a Deus em um determinado lugar (bairro, região, país, etc.), sendo formada pelos crentes, salvos (ou não), sendo vista por Deus e também pelas pessoas em geral. No meio dessa igreja (local), estão “o trigo” e “o joio”, ou seja, os crentes fiéis e, ao mesmo tempo, aqueles que não são fiéis, ou santos. Como organização, a igreja local precisa de direção, de atividades, de normas, de estatutos e, principalmente, de ações humanas. Neste aspecto organizacional, a igreja precisa de Administração Eclesiástica.

      Desse modo, ao analisarmos a mordomia da igreja local, devemos ter em mente que todos os que a integram são responsáveis perante Deus por sua mordomia. Os líderes são incumbidos de maior responsabilidade perante o “Cabeça” ou Senhor da Igreja. Os membros e congregados não são isentos de considerar a importância e a relevância da igreja local para suas vidas e, de igual modo, prestarão contas dessa mordomia no tempo próprio, na Eternidade. Meditemos neste importante assunto de interesse de todos os que fazem parte da Igreja do Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.

Texto extraído da obra “Tempo, Bens e Talentos”, editada pela CPAD.

Prezado professor, aqui você pode contar com mais um recurso no preparo de suas Lições Bíblicas de Adultos. Nossos subsídios estarão à disposição toda semana. Porém, é importante ressaltar que os subsídios são mais um recurso para ajudá-lo na sua tarefa de ensinar a Palavra de Deus. Eles não vão esgotar todo o assunto e não é uma nova lição (uma lição extra). Você não pode substituir o seu estudo pessoal e o seu plano de aula, pois o nosso objetivo é fazer um resumo das lições. Sabemos que ensinar não é uma tarefa fácil, pois exige dedicação, estudo, planejamento e reflexão, por isso, estamos preparando esse material com o objetivo de ajudá-lo. 

Videoaula - pastor Elinaldo Renovato

  

Cadastre-se e receba ofertas e novidades por e-mail.