Subsídios Lições Bíblicas - Adultos

Lição 10 - O Senhor Jesus Cura Hoje

1º Trimestre de 2021

O SENHOR JESUS CURA HOJE

ESBOÇO GERAL I – A CURA DIVINA NA BÍBLIA
II – A CURA DIVINA COMO PARTE DA SALVAÇÃO
III – A CURA DIVINA E OS DESAFIOS ATUAIS

A CURA DIVINA COMO PARTE DA SALVAÇÃO
Esequias Soares

Um dos assuntos centrais na lição desta semana é uma doutrina clássica do Movimento Pentecostal: a cura física e espiritual como parte da salvação. Baseada em Isaías 53 com a confirmação do Novo Testamento (Mateus 8; 1 Pedro 2) como cumprimento do Antigo, essa doutrina mostra que salvação e cura divina caminham juntas na vida da igreja. Para aprofundar mais a respeito dessa doutrina, disponibilizamos um trecho da obra do pastor Esequias Soares:


“A ideia de salvação na Bíblia é ampla, ‘As diversas ações de Deus no Antigo Testamento em favor de Seu povo, como o livramento da escravidão, da fome, da espada e das enfermidades, são chamadas de salvação de Javé’.5 Mas, no contexto soteriológico, define a nossa confissão de fé: ‘a salvação é o livramento do poder da maldição do pecado, e a restituição do homem à plena comunhão com Deus, a todos os que confessam a Jesus Cristo como seu único Salvador pessoal, precedidos do perdão divino’.6


Os evangelhos tornam realidade as expectativas messiânicas do Antigo Testamento. Cura e salvação já estavam no radar do Espírito Santo desde os profetas: ‘Cura-me, SENHOR, e serei curado; salva-me, e serei salvo’ (Jr 17.14); ‘Ele é quem perdoa todas as suas iniquidades; quem cura todas as suas enfermidades’ (Sl 103.3). Geralmente o perdão dos pecados vem antes da cura física. Isso se evidencia também na cura do paralítico de Cafarnaum, Jesus primeiro perdoou seus pecados e só depois é que efetuou a cura física (Mt 9.1-8; Mc 2.1-12; Lc 5.18-26).


A combinação desses dois temas é visível no discurso profético de Isaías 53. Isso fica ainda mais evidente no Novo Testamento. A passagem do profeta: ‘Certamente ele tomou sobre si as nossas enfermidades e as nossas dores levou sobre si; e nós o considerávamos como aflito, ferido de Deus e oprimido’ (Is 53.4) é aplicada à cura física por ocasião do ministério de cura do Senhor Jesus, ‘expulsou os espíritos e curou todos os que estavam doentes’ (Mt 8.17). Temos nessa passagem cura e libertação como cumprimento da profecia de Isaías: ‘para se cumprir o que foi dito por meio do profeta Isaías: ‘Ele mesmo tomou as nossas enfermidades e carregou as nossas doenças’’ (Mt 8.17). Mas, essa cura é também espiritual, ou seja, diz respeito à salvação. O apóstolo Pedro cita a continuação da mensagem de Isaías, ‘o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas feridas fomos sarados’ (Is 53.5), que explica de maneira categórica essa cura como salvação, ‘carregando ele mesmo, em seu corpo, sobre o madeiro, os nossos pecados, para que nós, mortos para os pecados, vivamos para a justiça. Pelas feridas dele vocês foram sarados’ (1 Pe 2.24). De modo que a cura de enfermidades é um dos benefícios da obra redentora do Calvário. Dos 36 milagres específicos de Jesus registrados nos evangelhos, 27 deles envolvem cura e libertação, ou seja, salvação.7


A Bíblia nos ensina que o propósito principal da vinda de Jesus ao mundo foi a redenção humana (1 Tm 1.15). Apesar disso, o Senhor Jesus jamais deixou de socorrer os necessitados e aflitos, pois se compadecia deles: ‘Jesus viu uma grande multidão, compadeceu-se dela e curou os seus enfermos’ (Mt 14.14). Ele tinha compaixão dos enfermos, dos oprimidos e de todos os de espírito abatido, porque andavam como ovelhas que não têm pastor (Mt 9.36; Mc 6.34). Ele veio para salvar os pecadores, no entanto, por causa da miséria humana, operou muitos milagres, prodígios e maravilhas.


Assim como Jesus fez no passado, Ele deseja nos dias atuais curar e libertar os enfermos e os oprimidos. Ele demonstrou misericórdia e compaixão ao tomar sobre si as nossas enfermidades e dores. O caráter e a compaixão de Jesus permanecem imutáveis na atualidade. Deus é fiel para curar as nossas enfermidades. A cura de enfermidades era essencialmente milagrosa, principalmente das doenças graves sem tratamento pelos recursos médicos da época.”


Notas
5 SOARES, Esequias & SOARES, Daniele. Teologia Sistemática em Diálogo. Recife, PE: Editora Bereia Acadêmica, 2019, p. 124.
6 SOARES, Esequias (organizador). Declaração de Fé das Assembleias de Deus no Brasil. Rio de Janeiro: CPAD, 2017, p. 109.
7 A cura do paralítico de Cafarnaum (Mt 9.1-8); o homem da mão aleijada (Mt 12.9-14); o endemoninhado cego e mudo (Mt 12.22-37); os dois cegos (Mt 9.27-31); o mudo endemoninhado (Mt 9.32-34); o leproso (Mc 1.40-45); o paralítico de Cafarnaum (Mc 2.1-12); os endemoninhados gadarenos (Mc 5.1-20); a filha de Jairo (Mc 5.21-43); a mulher que tinha hemorragia (Mc 5.25-34); a filha da mulher Siro-fenícia (Mc 7.24-30); o surdo-mudo (Mc 7.31-37); o cego de Betsaida (Mc 8.22-26); o menino epilético (Mc 9.14-29); o cego Bartimeu (Mc 10.46-52); a libertação do endemoninhado de Cafarnaum (Lc 4.31-37); a cura da sogra de Pedro (Lc 4.38, 39); o empregado do oficial romano (Lc 7.1-10); o filho da viúva de Naim (Lc
7.11-17); Maria Madalena (Lc 8.2); a mulher encurvada (Lc 13.10-17); o hidrópico (Lc 14.1-6); os dez leprosos (Lc 17.11-19); a orelha de Malco (Lc 22.50,51); a cura do filho de um oficial (Jo 4.46-54); o paralítico no tanque de Betesda (Jo 5.1-5); o cego de nascença (Jo 9.1-41); a ressurreição de Lázaro (Jo 11.1-44). Não apresentamos as passagens paralelas desses milagres nos demais evangelhos por julgarmos os exemplos citados como suficientes.
Texto extraído da obra “O Verdadeiro Pentecostalismo”, editada pela CPAD.


Prezado professor, aqui você pode contar com mais um recurso no preparo de suas Lições Bíblicas de Adultos. Nossos subsídios estarão à disposição toda semana. Porém, é importante ressaltar que os subsídios são mais um recurso para ajudá-lo na sua tarefa de ensinar a Palavra de Deus. Eles não vão esgotar todo o assunto e não é uma nova lição (uma lição extra). Você não pode substituir o seu estudo pessoal e o seu plano de aula, pois o nosso objetivo é fazer um resumo das lições. Sabemos que ensinar não é uma tarefa fácil, pois exige dedicação, estudo, planejamento e reflexão, por isso, estamos preparando esse material com o objetivo de ajudá-lo. 
 


Videoaula - pastor Esequias Soares


Cadastre-se e receba ofertas e novidades por e-mail.