Lição 7 - O Deus que Cura

1º Trimestre de 2019

Texto Bíblico: 2 Reis 5.1-19.

Caro(a) professor(a),

Na lição desta semana seus alunos tomarão conhecimento de um fato extraordinário operado em Israel: a cura de um homem leproso. Mas este não era apenas mais um homem leproso na história de Israel. O homem de quem estamos falando era Naamã, o grande comandante do exército da Síria, nação inimiga de Israel. Aquele homem não servia a Deus e nem o conhecia, todavia, aprouve ao Senhor fazer com que ele tivesse uma experiência maravilhosa.

Para operar este grande milagre o Senhor usou uma menina que havia sido feita prisioneira num dos ataques às tribos do Norte. Nos tempos de Eliseu os israelitas sofriam ataques constantes da parte dos sírios, e a menina que havia sido levada cativa, provavelmente, fora sequestrada de sua família num desses ataques (2 Rs 5.3,4). 

A. Deus surpreende os sábios e entendidos. O mais irônico dessa história é que, para ajudar a curar o comandante sírio, Deus usou justamente alguém que havia sofrido um agravo da parte do exército sírio. Qual a possibilidade daquele homem tomar conhecimento de que havia um Deus em Israel que poderia curá-lo da sua enfermidade? Nenhuma! Mas o nosso Deus conhece todas as coisas e “Para envergonhar os sábios, Deus escolheu aquilo que o mundo acha que é loucura; e, para envergonhar os poderosos, ele escolheu o que o mundo acha fraco” (1 Co 27). Deus surpreendeu Naamã naquela ocasião!

B. A graça de Deus está disponível a todos. Outro aspecto interessante é a graça de Deus manifestada a um homem que não pertencia à nação de Israel. O Senhor não faz acepção de pessoas, mas deseja que todos os homens sejam salvos e conheçam o único Deus verdadeiro (cf. At 10.34; 1 Tm 2.3,4). Que privilégio aquela menina teve de ser instrumento do Senhor para surpreender o grande comandante Naamã!

Aproveite e ensine aos seus alunos que, por mais pequeninos que sejam, Deus deseja usá-los no local certo e na hora certa para operar milagres e surpreender os mais sábios. Não sabemos nenhuma informação a respeito daquela menina, seu nome, de que cidade ela veio, mas não importa! Quando Deus opera suas maravilhas o nome que de fato deve ser lembrado é o do Senhor Deus Todo-Poderoso!

Para fixar o ensinamento da aula de hoje, sugerimos a seguinte atividade:

1. Recorte as figuras que representam os personagens da história de hoje: a menina israelita, Naamã, o rei da Síria, o rei de Israel, os servos de Naamã.

2. Recorte cartões e escreva neles as frases que correspondem à fala de cada personagem. Pregue fita adesiva na extremidade superior de cada cartão para fixá-los no quadro com a parte escrita voltada para dentro.

3. Repita o mesmo procedimento com as figuras de cada personagem.

4. Divida a classe em duas equipes.

5. A atividade é uma espécie de jogo da memória: seus alunos deverão identificar as frases que pertencem aos respectivos personagens.

6. A equipe que conseguir identificar mais pares (personagem-frase) vence a atividade.

7. Cada equipe terá a sua vez de realizar a atividade. Se acertar, continua a brincadeira até zerar os cartões. Se errar, passa a vez para a outra equipe.

8. O objetivo da atividade é fazer com que os alunos identifiquem a ação de Deus sobre cada personagem da história contribuindo para que, ao final, Naamã experimentasse o milagre e o nome do Senhor fosse glorificado.

Por Thiago Santos
Educação Cristã.
Publicações. CPAD.

Cadastre-se e receba ofertas e novidades por e-mail.