Lição 3 - Jesus é Apresentado no Templo

3º Trimestre de 2019.

Texto Bíblico – Lucas 2.22-40.

Prezado(a) professor(a),

Na aula desta semana seus alunos terão a oportunidade de aprender a respeito dos primeiros dias de Jesus após o seu nascimento. Seus pais eram judeus obedientes à lei de Moisés, e cumprindo-se os dias da purificação foram até Jerusalém apresentá-lo no Templo e darem a oferta conforme o que ordenava a lei: um par de rolinhas ou dois pombinhos. Esse tipo de oferta identificava que os pais de Jesus eram pobres, mas estavam cumprindo conforme o que afirmava a lei (Lv 12.8). 

Naquela mesma ocasião, a Bíblia narra que havia dois servos de Deus que anelavam por conhecer aquEle que seria o Libertador de Israel: Simeão e Ana. Ambos estavam em Jerusalém no dia em que Jesus foi apresentado no Templo. A Bíblia descreve características que marcaram essas duas pessoas. Embora já estivessem com a idade avançada, mesmo assim, demonstravam um grande testemunho de fé aos que estavam ao seu redor:

“Simeão – Justo e temente a Deus. O vocábulo grego aqui para ‘justo’ é dikaios (no heb. yasher). A ideia original aqui é reto. No Antigo Testamento, este termo não significa uma conformidade com regras e leis, mas que o homem vive em retidão diante de Deus, tanto no coração como no viver. (1) A retidão que Deus requeria no Antigo Testamento era a do coração, baseada na verdadeira fé, no amor e temor a Deus (Dt 4.10,29; 5.29). [...] (2) Os justos do Antigo Testamento não eram perfeitos. Quando cometiam pecado, obtinham perdão, oferecendo a Deus um sacrifício de animal, em atitude de sincero arrependimento e fé (Lv 4.27-35). [...] Numa época de condições espirituais deploráveis, o justo Simeão era dedicado a Deus e cheio do Espírito Santo, esperando com fé, paciência e grande anseio a vinda do Messias.

[...] Ana... servindo a Deus. Ana era uma profetiza que esperava devotadamente a vinda de Cristo. Permaneceu viúva durante anos sem voltar a casar-se, dedicando-se ao Senhor ‘em jejuns e orações, de noite e de dia’ (Lc 2.37).

Note que o exemplo dessas pessoas nos mostra que seguir a justiça e a retidão no serviço ao Senhor não está limitado à época, idade ou grau de instrução. Todos podem dedicar-se a servir ao Senhor com entendimento de sua graça por meio de um relacionamento honesto com Ele.” (Texto adaptado da Bíblia de Estudo Pentecostal. Rio de Janeiro: CPAD, 1995, pp. 1504-05).

Para que o assunto da lição seja fixado na mente de seus alunos, sugerimos a seguinte atividade:

Prepare e leve para a sala de aula cartões que tenham escritos as características de cada um dos personagens da história de hoje: Simeão e Ana. Escreva o nome dos personagens no quadro, mostre os cartões para a turma e pergunte a quem se refere a informação do cartão. Depois, peça um aluno que vá até o quadro e pregue o cartão debaixo do nome a quem se refere. Ao final, leia as informações junto com a turma:

Exemplo:

 ANA  SIMEÃO
 - Viúva  - Homem justo
 - Tinha 84 anos  - Temente a Deus
 - Não se afastava do Templo  - Esperava a consolação de Israel
 - Fazia jejuns e orações  - O Espírito Santo estava sobre ele

 

Cadastre-se e receba ofertas e novidades por e-mail.