Lição 2 - Uma História sobre a Bondade

4º Trimestre de 2019

Texto Bíblico – Lucas 10.30-37.

Prezado(a) professor(a),

Na aula desta semana seus alunos terão mais uma oportunidade de aprender a respeito da bondade de Deus. Deus é bom e esta é uma característica inerente ao caráter de Deus. Quando Ele se revela aos homens, manifesta a sua graça e misericórdia a fim de que todos tenham a oportunidade de reconciliação com Ele.

Na parábola do Bom Samaritano, contada por Jesus, podemos perceber que aquele homem que parou para ajudar o seu próximo que estava ferido não considerou a religião, a etnia ou mesmo a condição financeira do necessitado. O seu critério era o simples fato de preocupar-se em estender a mão para aquele que precisa. Não era a religião que impediria ou determinaria o comportamento do samaritano, mas sim a boa vontade em ajudar o seu próximo. 

Jesus contou essa história aos doutores da lei que haviam o interrogado a respeito do que deveriam fazer para herdar a vida eterna. Algumas lições podem ser adquiridas aqui:

“A parábola do Bom Samaritano destaca a verdade de que a compaixão e cuidado são coisas intrínsecas à fé salvadora e à obediência a Cristo. Amar a Deus deve ser também amar o próximo.

(1) A vida e a graça que Cristo transmite aos que o aceitam produzem amor, misericórdia e compaixão pelos necessitados e aflitos. Esse amor é um dom da graça de Deus através de Cristo. O crente tem a responsabilidade de viver à altura do amor do Espírito Santo tendo, dentro dele, um coração não endurecido.

(2) Quem afirma ser cristão, mas tem o coração insensível diante do sofrimento e da necessidade dos outros, demonstra cabalmente que não tem em si a vida eterna (vv. 25-28; 31-37; cf. Mt 25.41-46; 1 Jo 3.16-20)” (Bíblia de Estudo Pentecostal. Rio de Janeiro: CPAD, 1995, p. 1527).

Aproveite o assunto da lição e ensine aos seus alunos que, como filhos de Deus, o nosso comportamento em relação às pessoas deve ser diferente. Não devemos tratar o próximo considerando o que as pessoas podem nos oferecer em troca. Além disso, também não amamos as pessoas levando em consideração aquilo que elas possuem ou posição que ocupam. Antes, alcançar o coração das pessoas e levá-las a Cristo deve ser a nossa maior intenção. Aproveite e peça aos seus alunos que escrevam em uma tira de papel o nome de um amiguinho ou parente que gostaria de convidar para visitar a Casa de Deus. Explique que eles deverão orar durante a semana, pedindo ao Senhor que lhes conceda uma palavra sábia para que os seus ouvintes possam se converter. Distribua tiras de papel e um lápis para cada aluno.

Cadastre-se e receba ofertas e novidades por e-mail.