Lição 5 - O Amigo Oculto

1º Trimestre de 2020

Texto Bíblico – João 3.1-21.

Prezado(a) professor(a),

Na aula desta semana seus alunos conhecerão mais um personagem bíblico que teve um encontro muito curioso com Jesus. Seu nome era Nicodemos, um grande sábio, doutor da lei, alguém muito estimado entre os judeus. Como todo bom estudioso das Escrituras Sagradas, Nicodemos procurou nos escritos proféticos tudo o que se dizia a respeito do futuro de Israel. Depois de muito insistir, Nicodemos encontra em Jesus as respostas para as perguntas que tanto o inquietavam.

Como era um homem muito conhecido e próximo da liderança judaica, Nicodemos foi procurar Jesus secretamente para que não fosse notado pelos outros judeus e, assim, considerado um traidor. Acontece que tudo o que Nicodemos entendia das Escrituras fazia muito sentido na pessoa de Jesus Cristo. Esse também foi um dos motivos pelos quais o doutor da lei procurou Jesus para tirar suas dúvidas. 

Ao entardecer, Nicodemos encontra-se com Jesus e o elogia dizendo que Ele era um mestre vindo da parte de Deus, tendo em vista que muitos milagres se faziam por intermédio de suas mãos. Sem muito rodeio, Jesus interrompe as palavras de Nicodemos e vai direto ao assunto: “Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer de novo não pode ver o Reino de Deus” (Jo 3.3b). A princípio, Nicodemos não entendeu o que Jesus disse, mas estava prestes a aprender uma das maiores lições encontrada na Bíblia: o “Novo Nascimento”. O encontro com Jesus deslocava Nicodemos a compreender que a libertação e transformação que Israel tanto precisava não consistia em obter um governo soberano no mesmo modelo dos dias de Davi, e sim alcançar a libertação do pecado e um novo coração para servir a Deus com sinceridade.

A pessoa que, de fato, conhece a Jesus, experimenta uma transformação maravilhosa em sua maneira de pensar e sentir, de tal modo, que isso se descobre em seu comportamento. Significa que a pessoa passou da morte para a vida, e o estilo de vida que agora vive tem como finalidade agradar o coração de Deus (cf. Gl 2.20).

Quem já teve um encontro com Jesus e experimentou o novo nascimento não sente vergonha de dizer que é crente em Jesus. Essa é a maior lição que seus alunos deverão aprender com a história de hoje. E não agir como Nicodemos, que apesar de crer em Jesus e compreender que Ele verdadeiramente era alguém que veio da parte de Deus, ainda assim procurou o Mestre secretamente com medo de sofrer retaliações da parte dos judeus. Quando a pessoa entrega totalmente o seu coração a Cristo não sente vergonha de dizer que é cristão. Pelo contrário, sente prazer em ser reconhecido como alguém que segue a Jesus e o serve com alegria. Explique aos seus alunos que eles não precisam sentir-se envergonhados na escola, na vizinhança, entre os amigos ou em qualquer lugar pelo fato de serem servos de Deus. Mostre-lhes que servir a Deus e fazer parte do seu povo é um privilégio. 

Para reforçar o ensinamento da lição de hoje, sugerimos a seguinte atividade: leve para a sala de aula, diversos objetos encontrados em casa (pode ser: pente, caneta, barbante, quadro, copo, caderno, livro, colher, etc.). Coloque em uma caixa ou sacola e peça para cada aluno retirar um objeto. Em seguida, os alunos deverão falar tudo o que sabem sobre o devido objeto. O que é; para que serve; que cuidado devem ter em contato com esse objeto e qualquer informação relevante.

Esse tipo de atividade servirá para você, professor, conhecer melhor as características mais específicas de seus alunos, além de ajudá-los a perder a timidez quando precisarem explicar o que sabem a respeito de alguma coisa. Inclusive, este exercício ajudará seus alunos a perderem a timidez quando tiverem de testemunhar o que sabem sobre Jesus e porque é tão importante reconhecê-lo como Salvador pessoal. 

Cadastre-se e receba ofertas e novidades por e-mail.