Lição 6 - A Amiga Distraída

1º Trimestre de 2020

Texto Bíblico – Lucas 10.38-42.

Prezado(a) professor(a),

Na aula desta semana seus alunos aprenderão uma lição muito proveitosa para o crescimento espiritual saudável na presença de Deus. O exemplo que apresentaremos hoje é de alguém muito dedicada, que certamente tinha a intenção de oferecer o melhor para Jesus. Seu nome era Marta, uma serva de Deus muito hospitaleira, que durante a visita de Jesus em sua casa, dedicou boa parte de seu tempo com os afazeres domésticos, pois não queria que o seu hóspede pensasse que ela era uma pessoa desorganizada.

Embora Marta fosse uma mulher dedicada ao lar, na ocasião em que Jesus entrou em sua casa, talvez tenha faltado certa sensibilidade para entender a importância da presença de Jesus. Enquanto isso, Maria, sua irmã, dedicou total atenção a Jesus de modo que não desperdiçou nenhum minuto do tempo em que o Mestre esteve presente ali, pois tinha sede de aprender as verdades do Reino Celestial.

A atitude de Maria deixou Marta indignada, e também insatisfeita com o fato de o Mestre não demonstrar nenhuma sensibilidade em vê-la trabalhar sozinha nos afazeres domésticos. Não que isso fosse verdade, porquanto, Jesus jamais concordaria que a casa de Marta ficasse totalmente desorganizada por conta de sua visita. No entanto, receber o Mestre, naquela ocasião, deveria ser prioridade.

A história de Marta e Maria traz lições claras e objetivas quanto ao serviço que prestamos para Deus. Por mais que tenhamos o objetivo de realizar o melhor por intermédio de nossos dons e talentos, nada se compara com o tempo que investimos desfrutando de sua presença. Receber e dar atenção a Jesus, naquela ocasião, era mais importante do que manter a casa totalmente organizada. Isso nos ensina que entre todas as nossas importantes obrigações, existe aquela que tem maior prioridade ou urgência. É exatamente isso que o Mestre pretende ensinar para Marta quando foi questionado se não se importava que ela trabalhasse sozinha nas tarefas domésticas.

A devoção e adoração que dedicamos a Deus são mais preciosas do que o serviço que prestamos para o seu Reino. Somos seus servos e temos o dever de realizar a sua obra com excelência e amor. Mas nada se compara com a adoração sincera de um coração quebrantado. Seus alunos precisam aprender que Deus está observando a intenção do coração de cada um deles. Não devemos realizar nada para Deus porque apenas uma responsabilidade nos foi encarregada. Antes o nosso serviço deve ser consequência de uma vida de comunhão e dedicação à vontade dEle.

Aproveite a temática da lição e ajude seus alunos a compreenderem que não há nada melhor do que estar na presença de Deus. Para tanto, realize a seguinte atividade: distribua uma folha de papel A4 e peça para os alunos organizarem uma ficha com a rotina de como será o dia deles hoje. Diga que eles deverão organizar a ficha em três etapas: manhã, tarde e noite. Ao final, explique-lhes que o devocional com o Senhor deve fazer parte da nossa rotina, inclusive, deve ter prioridade entre todas as atividades do nosso dia. Mostre com essa atividade que Deus deve ocupar o primeiro lugar em tudo o que fizermos.

Cadastre-se e receba ofertas e novidades por e-mail.