Lição 6 - Um Lugar onde Deus fala

2º Trimestre de 2020

Texto bíblico – Hebreus 1.1,2.

Prezado(a) professor(a),

Na aula desta semana seus alunos aprenderão a discernir a voz de Deus. Você, professor, consegue reconhecer a voz do Senhor quando Ele fala com você? Seus alunos estão em uma fase de muita curiosidade e querem saber com maiores detalhes de que forma ocorreram as manifestações de Deus nos tempos bíblicos. Saber que Deus, o soberano Criador, se revela ao ser humano falho e repleto de limitações é algo glorioso.

Para tratar deste assunto é importante que no momento da preparação da aula você faça as seguintes perguntas a si mesmo: você reconhece a voz de Deus quando Ele está falando? Consegue entender a vontade de Deus quando Ele se revela a você? Sabe identificar quais são os meios que Deus utiliza para conversar com os seus servos? Enfim, são perguntas importantes que seus alunos carecem de obter respostas.

Tendo em vista que estamos vivendo um tempo complexo em que todos querem ter o privilégio de serem “portadores da voz de Deus”, é indispensável que seus alunos saibam que o melhor lugar para se ouvir a voz de Deus é a igreja. Não existe espaço melhor para aprendermos a identificar se realmente é Deus quem está falando. E a Escola Dominical, de forma específica, nos ajuda a compreender com maiores detalhes de que modo ocorre este evento.

O fato é que Deus deseja se comunicar com o seu povo e o mais importante meio que Ele utiliza para isso é a sua própria Palavra. O comentarista da Bíblia de Estudo Pentecostal (1995, p. 1060) discorre:

(2) Além da fala direta, Deus ainda falou através dos profetas. Quando eles se dirigiam ao povo de Deus, assim introduziam as suas declarações: “Assim diz o Senhor”, ou “Veio a mim a palavra do Senhor”. Quando, portanto, os israelitas ouviam as palavras do profeta, ouviam, na verdade, a palavra de Deus. (3) A mesma coisa pode ser dita a respeito do que os apóstolos falaram no Novo Testamento. Embora não introduzissem suas palavras com a expressão “assim diz o Senhor”, o que falavam e proclamavam era, verdadeiramente, a palavra de Deus. [...] (4) Além disso, tudo quanto Jesus falava era a palavra de Deus, pois Ele, antes de tudo, é Deus (Jo 1.1,18; 10.30; 1 Jo 5.20). Lucas, escritor do terceiro evangelho, declara explicitamente que, quando as pessoas ouviam a Jesus, ouviam na verdade a palavra de Deus (Lc 5.1).

Observe que a palavra de Deus assume papel indispensável quando o assunto é identificar a voz de Deus. Isso não significa que devemos desprezar aqueles que têm o dom divino e são usados para transmitir uma mensagem específica. Todavia, estas não devem ser aplicadas como base para nossas decisões e não devem assumir o mesmo nível de autoridade que pertence apenas à Palavra de Deus. Esta sim deve ter a primazia em nossas vidas quando o objetivo é descobrir a vontade de Deus.

Para reforçar o ensinamento da aula de hoje, sugerimos a seguinte atividade: escolha textos da Bíblia que relatam a fala de vários personagens nela encontrados e escreva em cartões. Você pode utilizar papel cartão ou recortar cartolinas para confeccionar os cartões. Traga os cartões para a sala de aula e distribua para os alunos. Tenha uma lista à parte com as frases e os nomes de cada personagem bíblico. Peça que cada aluno, por vez, leia a frase para a turma e pergunte se eles conseguem identificar a quem se refere a frase em destaque. 

Cadastre-se e receba ofertas e novidades por e-mail.