Lição 8 - A Igreja é um Lugar onde se fala a Verdade

2º Trimestre de 2020 

Texto bíblico – Efésios 4.24,25.

Prezado(a) professor(a),

Na aula desta semana seus alunos aprenderão que a igreja é um lugar onde se fala a verdade. O hábito de falar a verdade deve ser treinado desde cedo. Há muitas crianças que aprendem a mentir porque encontram nos pais ou mesmo nos irmãos esse tipo de comportamento. Por esse motivo, caro professor, é importante que você reforce aos seus alunos o dever de falar sempre a verdade.

Em geral, crianças aderem à mentira como um meio de não sofrer determinada punição por algo errado que tenham cometido ou por vergonha. São situações adversas que seus alunos precisam aprender lidar para que não cresçam com o hábito de ver na mentira um meio de sempre tirar vantagem em qualquer situação.

A Bíblia recomenda falar sempre a verdade. O apóstolo Paulo escreve aos efésios e exorta os irmãos a deixarem a mentira: “Vistam-se com a nova natureza, criada por Deus [...]. Por isso não mintam mais. Que cada um diga a verdade para o seu irmão na fé, pois todos nós somos membros do corpo de Cristo!” (4.24,25). É importante destacar esta verdade aos seus alunos, pois Deus espera obediência daqueles que fazem parte da comunhão com Cristo.

Seus alunos ainda são crianças que estão entrando em uma fase de muita curiosidade e descoberta. Nesta etapa os amigos podem influenciá-los a se comportarem de modo egoísta e desobediente. Por isso é tão importante que aprendam os valores básicos da Palavra de Deus e mantenham-se firmes.

Considere ao menos estes dois motivos pelos quais os Juniores podem aderir à mentira e comente sobre eles, mostrando a necessidade de manterem-se firmes na verdade:

1. Mentir por medo. O medo encontra na mentira uma espécie de fuga da realidade. Quando uma criança mente é porque tem medo de sofrer a punição por conta do erro que cometeu. Ensine seus alunos a criarem o hábito de confessarem suas culpas quando fizerem alguma coisa errada. Isso não é vergonhoso, pelo contrário, é uma demonstração de humildade. A Palavra de Deus nos ensina que: “Quem tenta esconder os seus pecados não terá sucesso na vida, mas Deus tem misericórdia de quem confessa os seus pecados e os abandona” (cf. Pv 28.13). Ensine-os a criarem o hábito de orar, confessando os erros cometidos ou admitirem quando errarem com alguém.

2. Mentir por vergonha. Sentir-se envergonhado por qualquer motivo faz parta da fase que os seus alunos estão atravessando. Muitos não querem reconhecer suas limitações ou admitir que não sabem realizar determinada tarefa. Então, como forma de esquivar-se da gozação dos colegas, muitos encontram na mentira uma saída para não passarem vergonha. Neste caso, caro professor, mostre aos seus alunos que a timidez é uma limitação que pode ser vencida. O apóstolo Paulo escreve a Timóteo e mostra ao jovem a importância de superar a timidez com ousadia e coragem: “Pois o Espírito que Deus nos deu não nos torna medrosos; pelo contrário, o Espírito nos enche de poder e de amor e nos torna prudentes” (cf. 2 Tm 1.7).

Destaque aos seus alunos que eles não precisam sentir vergonha das próprias limitações, afinal de contas, não somos perfeitos. Esta é uma oportunidade de ensiná-los a lidar com as próprias fraquezas. Reconhecer as limitações é uma oportunidade de aprender a superá-las, ou, se for o acaso, minimizar os impactos que tais limitações podem trazer para a vida. Apresente o exemplo do apóstolo Paulo (cf. 2 Co 12.7-9).

Para reforçar o aprendizado de seus alunos, a seguir, uma sugestão de atividade:

Confeccione cartões e descreva um resumo de episódios bíblicos com informações trocadas. Coloque os cartões em uma bolsa e peça para cada aluno retirar um cartão e contar a história corretamente. Ao final, mostre aos alunos a importância de a verdade sempre prevalecer. Reforce que não devemos nos atrever a inventar uma história ou fato que nunca ocorreu. Deus se agrada quando falamos a verdade!

Exemplo de história: 1 Sm 17.32-58: 

ERRADA: Davi se dispõe a lutar contra o Gigante Adrameleque. Davi contou ao rei Samuel que já havia enfrentado um lobo e um urso para proteger as ovelhas.

CORRETA: Davi se dispõe a lutar contra o Gigante Golias. Davi contou ao rei Saul que já havia enfrentado um leão e um urso para proteger as ovelhas.

Cadastre-se e receba ofertas e novidades por e-mail.