Lição 10 - Sofonias – o Juízo de Deus é Universal

1º Trimestre de 2020

“Então, vereis outra vez a diferença entre o justo e o ímpio; entre o que serve a Deus e o que não serve” (Ml 3.18).

OBJETIVOS
Declarar que o julgamento de Deus não faz acepção de pessoas;
Relacionar o Dia do Senhor com o juízo e a misericórdia;
Mostrar que os fiéis serão recompensados pela lealdade a Deus.

ESBOÇO DA LIÇÃO
1. CONTEXTO HISTÓRICO
2. ESTRUTURA DO LIVRO
3. A MENSAGEM DE SOFONIAS 

Além de todo o conteúdo programático presente em sua revista, deixamos abaixo mais um auxílio acerca do tema.

Sofonias

[...] Como profeta de Deus, Sofonias era obrigado a falar a verdade. E ele o fez claramente, prevendo um juízo certo e um castigo horrível a todo aquele que desafiasse o Senhor. A terrível ira de Deus consumiria tudo na terra, e a destruiria. “Arrebatarei os homens e os animais, consumirei as aves do céu, e os peixes do mar, e os tropeços com os ímpios; e exterminarei os homens de cima da terra, diz o SENHOR” (1.3). Nenhum ser vivo na terra escaparia. E aquele dia terrível aproximava-se: “O grande dia do SENHOR está perto, está perto, e se apressa muito a voz do dia do SENHOR; amargamente clamará ali o homem poderoso. Aquele dia é um dia de indignação...” (1.14-16)

Podemos sentir a opressão e a depressão que seus ouvintes sentiram. Foram julgados culpados e condenados. No entanto, ainda há esperança em maio a este terrível pronunciamento. O primeiro capítulo da história de Sofonias é repleto de terror. No capítulo 2, porém surge uma promessa: Buscai o SNEHOR, vós todos os mansos da terra, que ponde por obra o seu juízo; buscai a justiça, buscai a mansidão; porventura sereis escondidos no dia da ira do SENHOR” (2.3). E mais adiante lemos a expressão o “resto da casa de Judá” (2.7) que será restaurado.

Finalmente, no capítulo 3, o refrão tranquilo cresce, ao ser declarada a salvação e a libertação concedida por Deus àqueles que são fiéis: “Canta alegremente, ó filha de Sião; rejubila, ó Israel; regozija-te e exulta de todo o coração, ó filha de Jerusalém. O SENHOR afastou os teus juízos, exterminou o teu inimigo; o SENHOR, o rei de Israel, está no meio de ti; tu não verá mais mal algum (3.14,15). Esta é a verdadeira esperança, fundamentada no conhecimento da justiça de Deus e em seu amor pó seu povo.

Ao ler o livro de Sofonias, ouça cuidadosamente as palavras de juízo. Deus não lida com o pecado de um modo suave, mas de uma forma contundente. Porém, sinta-se encorajado pelas palavras de esperança – nosso Deus reina, e resgatará os seus. Decida fazer parte deste fiel remanescente de almas que humildemente adora e obedece ao Deus vivo. (Bíblia de Estudo Aplicação Pessoal. Rio de Janeiro: CPAD, 1995, p. 1174).

O Senhor lhe abençoe e capacite! Boa aula.                               

Paula Renata Santos
Editora Responsável pela Revista Juvenis da CPAD 

Cadastre-se e receba ofertas e novidades por e-mail.