Lição 6 - O Meu Amigo Acaba com a Tempestade

2º Trimestre de 2020

Objetivo da lição: Mostrar às crianças que Jesus tem poder sobre a ação da natureza e que esta lhe obedece. 

Para guardar no coração: “O Senhor guardará você de todo perigo [...].” (Sl  121.7)

Seja bem-vindo 

“Vamos para o outro lado do lago”. Este foi o convite que levou os discípulos de Jesus a entrar no barco. Será que os seguidores do Mestre teriam obedecido, caso soubessem que tempestade tão terrível os golpearia? O convite de Cristo, é que trabalhemos para Ele, não é um lago onde sempre há bonança. Pelo contrário! Quem se dispõe a seguir Jesus enfrenta ventos e tempestades. 

O que estava ao alcance dos discípulos para sanar a situação? Talvez, colocar a água para fora do barco, ou ajustar as velas. Mas eles, além destas providências terrenas, também apelaram à divina. “Mestre, nós vamos morrer!”

O que estava ao alcance de Jesus para sanar a situação? Primeiro, ensinar aqueles homens a exercitar a fé que possuíam. Depois, demonstrar a todos o seu incrível poder acalmando e emudecendo a tempestade. Que homem é este? É Cristo, que nos convida a atravessar o lago. Devemos, portanto, obedecê-lo a fim de fazer novos discípulos” (Karen Bandeira).

A nossa aula vai começar

“Receba os alunos usando um chapéu de marinheiro de dobradura (feito com papel branco). Cumprimente os visitantes, e acomode-os todos. Agora, ainda com o chapéu, comece a perguntar, como se eles fossem marujos em um barco, e você, o capitão: “Vocês observaram o tempo hoje, marujos? Viram se está chovendo? Está ventando?

Mas em que direção o vento está soprando?” Brinque um pouco fingindo, com gestos, que está girando o leme da embarcação. Depois, explique que a aula de hoje será sobre uma forte tempestade, que quase afundou um barco.

Cantem o hino “Meu barco é pequeno, tão grande é o mar...”, ou outro adequado ao tema. Façam gestos ao cantar.Com a ajuda de um voluntário, recolha as ofertinhas. Nunca deixe de explicar com palavras breves porque devemos ofertar ao Senhor” (Karen Bandeira). 

O que aprendemos hoje

“Na aula de hoje, aprendemos que Jesus tem tanto poder, que até a natureza o obedece. Os animais, a chuva, o vento e o mar sempre ouvem a voz de Deus porque foi ele que os criou. Nós, assim como a natureza, também fomos criados por Deus e devemos obedecê-lo em tudo. Também aprendemos que não é preciso ficar com medo, como os discípulos. Quando enfrentarmos uma situação difícil e apavorante, devemos orar pedindo ao nosso amigo Jesus que venha nos ajudar. O poder dele é tão grande, que ele é capaz de qualquer coisa para nos socorrer” (Karen Bandeira).

Você sabia...

“Naquele dia, havendo-se despedido da multidão, Jesus e os discípulos planejavam atravessar, numa embarcação, o lago de Quinerete (ou Tiberíades). Esta região ainda hoje é golpeada por tempestades que descem dos montes adjacentes, principalmente o Hermom. Durante a travessia do lago, de repente as águas e o vento tornaram-se impetuosos. O Príncipe da Paz, porém, dormia na popa, sobre uma almofada. 

A palavra hebraica para paz é shalon. Denota muito mais que a ausência de guerra e conflito. O significado básico de shalon é harmonia, plenitude, firmeza, bem-estar e êxito em todas as áreas da vida. Pode referir-se ao nosso senso pessoal de integridade e bem-estar, livre de ansiedade e em paz com a própria alma.

O pecado interrompeu a harmonia e a unidade entre a raça humana e a natureza. Antes de Adão pecar, trabalhava alegremente no jardim do Éden... e andava livremente entre os animais, dando nome a cada um. Antes havia harmonia entre a raça humana e o meio-ambiente, agora luta e conflito.

Por ocasião do nascimento de Jesus, os anjos proclamaram que a paz de Deus acabara de chegar à terra. Jesus deu aos discípulos a sua paz como herança perpétua antes de ir à cruz. Por isso, quando se crê em Jesus Cristo, se é justificado mediante a fé e se tem paz com Deus. A fim de que os crentes conheçam sua paz perpétua, Deus lhes tem dado o Espírito Santo, que começa a operar em nós um aspecto do fruto, que é a paz” (Bíblia de Estudo Pentecostal. Rio de Janeiro: CPAD, 2005, p. 1120).

Até logo

Depois de repetir o versículo e o cântico do dia, encerre a aula com uma oração. Prepare as crianças para a saída. Quando os pais ou responsáveis forem buscar as crianças, recomende que, em casa, leiam a história bíblica de hoje para o(a) filho(a). Sugira que utilizem uma bíblia infantil. O texto bíblico da lição se encontra em Marcos 4.35-41. 

Deus abençoe a sua aula e os seus alunos!

Telma Bueno
Editora Responsável pela Revista de Maternal
Envie suas dúvidas ou sugestões para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Cadastre-se e receba ofertas e novidades por e-mail.