Lição 13 - Deus em primeiro lugar

2º Trimestre de 2019

A lição de hoje encontra-se em: Mateus 6.33.

Prezado(a) professor(a),

Estamos concluindo mais um trimestre e esperamos que seus alunos tenham aprendido um pouco mais sobre a etapa que estão atravessando: a pré-adolescência. Nesta última lição a proposta é tratar a respeito do nosso relacionamento com Deus. Nada é mais importante do que uma vida de comunhão com o Senhor, pois disso dependem todas as outras áreas da vida. Não se pode imaginar um futuro de paz e felicidade sem ter um compromisso real e sincero com Deus.

Por essa razão, a lição de hoje tem como objetivo apontar que Deus está acima de todos os nossos bens materiais. Ele, e somente Ele, deve ter prioridade em nossas vidas, por maiores que sejam as nossas preocupações em relação às circunstâncias e com o futuro. Seus alunos precisam aprender a lidar de forma equilibrada com as diversas áreas da vida. Deus não pode ficar de fora de seus planos, afinal o que somos e o que temos e o que seremos depende inteiramente da graça divina. Essa relação de dependência e confiança no Senhor é amadurecida à medida que nos aproximamos dEle por intermédio da oração e estudo das Escrituras Sagradas.“

Jesus contrastou os valores celestiais com os terrenos quando explicou que a nossa vida deve ser direcionada para as coisas que não desaparecerão, que não podem ser roubadas ou consumidas e que nunca se desgastam.

Não devemos ficar fascinados por nossos bens, a fim de que eles não nos possuam. Isto significa que podemos ter de fazer alguns cortes se os nossos bens se tornarem excessivamente importantes para nós. Jesus exige uma decisão que nos permita viver satisfeitos com o que temos; para tanto, devemos escolher o que é eterno e duradouro.

Por causa dos efeitos maléficos da preocupação, Jesus recomendou que não ficássemos ansiosos por causa das necessidades que Deus promete prover.

A preocupação pode: (1) prejudicar nossa saúde; (2) reduzir nossa produtividade; (3) afetar negativamente o modo como tratamos os outros; (4) diminuir nossa confiança em Deus. Quantos destes efeitos maléficos você está experimentando? Aqui está a diferença entre a preocupação e o interesse genuíno: a preocupação nos imobiliza, mas o interesse nos leva à ação. 

Buscar em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça significa priorizar Deus em nossa vida, de modo que nossos pensamentos estejam voltados para sua vontade, nosso caráter seja semelhante ao do Senhor, sirvamos e obedeçamos a Deus em tudo.

O que é realmente importante para você? Pessoas, metas, desejos e até objetos disputam lugar em nossa vida e, se não formos firmes e escolhermos dar ao Senhor o primeiro lugar em cada área de nossa vida, qualquer um desses interesses pode ocupar rapidamente o lugar de Deus” (Bíblia de Estudo Aplicação Pessoal. Rio de Janeiro: CPAD, 2003, p. 1229).

Cristo é o nosso maior tesouro e é para Ele que devemos dedicar toda a nossa atenção. Aproveite a aula de hoje e compartilhe desta verdade com seus alunos. Converse a respeito do que tem deslocado a atenção deles da vontade de Deus. Deixe que expressem por alguns minutos o que pensam sobre o assunto. Conforme os alunos forem expressando você poderá escrever no quadro as palavras que identificam o que de fato tem tomado a atenção de seus alunos. Um exemplo claro nos dias atuais é a internet. A falta de sabedoria em administrar o tempo que se passa na internet tem sido um problema na vida de muitas pessoas. Dialogue com seus alunos e explique que, assim como o corpo precisa do alimento, o nosso relacionamento com Deus depende da oração e leitura da Palavra de Deus para que possa sobreviver.

Thiago Santos
Educação Cristã. 

Cadastre-se e receba ofertas e novidades por e-mail.