Lição 12 - O Rei dos Reis Voltará

3º Trimestre de 2019

A lição de hoje encontra-se em: Mateus 25.1-13; Atos 1.10,11.

Caro(a) professor(a),

Na aula desta semana seus alunos aprenderão que Jesus Cristo, dentre os ofícios que possuía, recebeu também o título de Rei dos reis, embora não tenha sido recebido pelos da sua nação como tal. Ainda assim, Jesus prometeu voltar para reencontrar os seus discípulos, mas agora não será mais como o Servo sofredor, profetizado por Isaías 53, e sim como Rei e Senhor.

O primeiro aspecto a destacar é o fato de Jesus ter sido rejeitado por aqueles que pertenciam à sua nação. O apóstolo João narra que Ele veio para os que eram do seu povo, mas estes não o receberam (cf. Jo 1.11). Antes, o rejeitaram, o açoitaram e o crucificaram como um malfeitor. Isso ocorreu porque Israel esperava (e ainda espera) um Messias semelhante a Davi, um líder com influências militar, política e religiosa. 

Infelizmente, pela dureza de coração dos líderes religiosos, eles não compreenderam o que havia sido predito pelos profetas que o Messias viria de forma simples, montado em um jumentinho, ao encontro do povo para lhes anunciar as verdades do Reino e lhes mostrar o caminho correto a seguir (cf. Zc 9.9). E, de fato, Jesus cumpriu com a sua missão, porém sofreu a reprovação daqueles que não entendiam as verdades do Reino de Deus.        

Lucas descreve ainda o momento da ascensão de Cristo quando a nuvem de glória o encobre e os anjos confirmam que da mesma maneira como os discípulos avistaram Jesus subir ao céu, assim também Ele voltará (cf. At 1.10,11). 

“A nuvem luminosa pressagia a maneira na qual Jesus voltará — numa nuvem de glória. De fato, os dois anjos que aparecem na ascensão declaram que Jesus voltará como os discípulos o viram ir para o céu — visível, corporal e pessoalmente (At 1.11). O enfoque está na maneira da volta e não no tempo. Hoje Cristo está entronizado no céu como Rei, sentado à mão direita de Deus. E levado à presença de Deus, Ele completou sua jornada e deu o passo final para sua exaltação na glória. O Cristo, nascido de mulher, que vivia uma vida humana e morreu na cruz, agora está sentado à mão direita de Deus. No rio Jordão, o Espírito Santo tinha descido sobre Cristo e tornado-o Profeta, Sacerdote e Rei ungido (Lc 3.21,22). Jesus cumpre o seu ofício real na ascensão. Como Rei, Ele derramará o Espírito Santo prometido e no fim voltará outra vez” (Comentário Bíblico Pentecostal do Novo Testamento. 1.ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2003, p. 627-28).

Aproveite a oportunidade para refletir com seus alunos de que forma eles devem se preparar para a Volta de Cristo. Reforce que a Bíblia ensina que devemos estar vigilantes quanto ao retorno de Cristo para buscar a sua igreja. Ele virá num abrir e piscar de olhos para buscar a sua igreja. Converse com os pré-adolescentes sobre este episódio que marcará a humanidade. Para aqueles que não creem no evangelho será uma loucura, mas para os que conhecem as Sagradas Escrituras será o momento crucial que finalizará o tempo da igreja neste mundo. Abra espaço para perguntas e procure esclarecer seus alunos, à medida do possível, a respeito dessas verdades.   

Cadastre-se e receba ofertas e novidades por e-mail.