Lição 7 - Fui Restaurado

1º Trimestre de 2020

A lição de hoje encontra-se em: Lucas 19.1-10.

Na aula de hoje vamos conhecer mais uma etapa interessante do plano de Deus para salvação do homem. Como já vimos em outra ocasião, a partir do momento em que a pessoa se converte uma série de processos se inicia externa e internamente em sua vida. Um exemplo marcante dessa transformação apresentado na lição de hoje é Zaqueu, o publicano, que teve o privilégio de receber Jesus em sua casa (cf. Lc 19.1-10).

Quando falamos em regeneração lembramo-nos de quando éramos ainda criança e na correria das brincadeiras nos machucávamos. As feridas que surgiam naquele momento não demoravam muito para sarar e algum tempo depois a pele já estava regenerada. Esta é uma capacidade bem interessante da biologia humana. Como podem as células retornarem ao se estado original? Deus é perfeito em tudo o que faz.

No processo de salvação do ser humano ocorre algo semelhante. Devido à sua condição de pecado o ser humano se distanciou de Deus e perdeu a santidade que tinha no Éden. Porque o pecado separa o homem de Deus, é como a ferida aberta que precisa ser tratada para cicatrizar e ter a sua estrutura restaurada. Para isso Cristo veio a este mundo, para restaurar e reconciliar o ser humano à sua antiga condição de comunhão plena com o Criador (2 Co 5.18). A partir do momento que a pessoa se converte inicia-se um processo interno de transformação e restauração.

De acordo com o pastor Antônio Gilberto na obra Teologia Sistemática Pentecostal (2008, p. 361): 

O termo regeneração tem a ver com a nossa inclusão na família de Deus (1 Pe 1.3,23; Tt 3.5). Em Gênesis 1.27, temos a sua criação natural do homem; em Efésios 2.10, temos a sua criação espiritual.

Regeneração é o ato interior da conversão, efetuada na alma pelo Espírito Santo. Conversão é mais o lado exterior e visível da regeneração. Uma pessoa verdadeiramente regenerada pelo Espírito Santo é também convertida (cfr. Lc 22.32).

Sendo regenerado pelo Espírito Santo, o crente é declarado filho de Deus (Jo 1.12,13). O que ocasiona a regeneração espiritual não é primeiramente a justificação pela fé, mas a comunicação da vida de Cristo — da ‘vida eterna’ ao pecador arrependido. Justificação tem a ver com o pecado do pecador; regeneração tem a ver com a natureza do pecador. Justificação é imputada por Deus; regeneração é comunicada por Deus. ‘Bem vês que a fé cooperou com as suas obras e que, pelas obras, a fé foi aperfeiçoada, e cumpriu-se a Escritura, que diz: E creu Abraão em Deus, e foi-lhe isso imputado como justiça, e foi chamado o amigo de Deus’ (Tg 2.22,23).

Deus é aquEle que toma a iniciativa para que o homem retorne à comunhão com Ele. Sozinho o ser humano estaria perdido na escuridão do pecado. Mas Deus, que é riquíssimo em misericórdia, vai ao encontro do pecador para restaurá-lo. Foi assim na vida de Zaqueu, o chefe dos publicanos, um homem desprezado pelo povo, tendo em vista que o trabalho que ele realizava não era honesto. No entanto, quando Jesus o avistou sobre a árvore, encontrou naquela ocasião uma oportunidade de restaurar a vida de alguém que carecia de ter a ferida de sua alma restaurada. Jesus entrou não somente na casa, mas na vida de Zaqueu, trazendo para aquele pobre homem, a riqueza que o ouro e a prata não podiam comprar. Jesus trouxe salvação à vida de Zaqueu.

A prova mais viva da regeneração na vida de Zaqueu é a sua decisão de repartir sua riqueza com os pobres, e se houvesse causado dano a alguém, restituiria quatro vezes mais. Isso não é só conversão, é também regeneração. Zaqueu demonstrou externamente o que já havia acontecido internamente. Assim também ocorre na vida da pessoa que tem um encontro com Jesus, sua forma de pensar e comportamento são transformados pelo Espírito Santo. As obras de justiça que a pessoa decide praticar é resultado de uma vida espiritual regenerada na presença de Deus.

Aproveite e leve seus alunos a refletirem se, de fato, já experimentaram a regeneração do Espírito de Deus em suas vidas. Mostre que um coração regenerado tem prazer nas coisas de Deus e deseja praticar o que é justo e agradável a Ele.

Cadastre-se e receba ofertas e novidades por e-mail.