Lição 8 - Quem é Esse aí?

3º Trimestre de 2020: Subsídio Especial 

A lição de hoje encontra-se em: Salmos 139.1, 2, 7; 13-16, 23, 24.

Na lição desta semana seus alunos aprenderão que muitas vezes serão confrontados na escola ou mesmo na vida em sociedade a respeito do que pensam sobre os avanços da ciência. Dentre os assuntos mais intrigantes e que vem sido discutido nos últimos anos está a clonagem humana. Longe de ter o amparo bíblico a clonagem humana é resultado da tentativa maligna de pessoas que não reconhecem a soberania de Deus. É uma ideia absurda de tentar brincar de ser Deus como se o ser humano fosse como os animais que podem ser criados e recriados sem que isso traga consequências para aqueles que a praticam.

Primeiramente é importante compreender o posicionamento ético dos cristãos no tocante à clonagem. ElinaldoRenovato aborda o assunto no livro Ética Cristã (CPAD, p. 223):

O embrião humano não deve ser manipulado como se manipulam embriões de animais. Isto porque o ser gerado, mesmo em seus primeiros dias, é um ser humano genuíno, originário da união do espermatozoide e do óvulo, cuja geração deve ser fruto da união de um homem e de uma mulher, num ato de amor, conforme o plano de Deus; e não como fruto de experiências como às que se fazem com seres infra-humanos. No Gênesis, que é a base bioética cristã, Deus criou um homem e uma mulher para, a partir deles, encher a terra (Gn 1.27,28).
Informações publicadas na imprensa dão conta de que, mesmo que nasçam bebês vivos, falhas genéticas poderão ocorrer em seus organismos, como ocorreu com a ovelha Dolly. [...] a ovelha apresenta um envelhecimento precoce, com células de uma ovelha, de modo idêntico ao animal que lhe deu origem, que tem doze anos. As experiencias com animais mostram que alguns nasceram no ventre, ou logo após o nascimento. O mesmo ou falhas piores poderão ocorrer em embriões ou clones humanos, o que é, sem dúvida, moralmente inaceitável. Se um embrião for sacrificado, isso se constitui num assassinato de uma vida que tem todas as possibilidades para vir à luz. É uma eutanásia ativa em procedimento, como meio para evitar o sofrimento do nascituro. Porém, como vimos [...] a ética cristã rejeita esse tipo de ação.

Assim sendo a ética cristã aponta para um completo posicionamento de rejeição a qualquer ideia que não reconheça a existência e soberania de Deus sobre toda a criação. A ciência e o avanço tecnológico são grandes conquistas que trouxeram muitos benefícios para aa humanidade. Como vimos em lições anteriores a ciência pode e deve andar lado a lado com a fé, porém qualquer tentativa de usurpar o lugar de Deus na criação e preservação da vida humana não pode ser aceita com naturalidade.

Converse com seus alunos e realize um debate sobre os atributos incomunicáveis de Deus, ou seja, aquelas qualidades que pertencem somente a Deus. Dentre elas está a onipotência, que é a capacidade de poder realizar qualquer coisa ou trazer a existência o que não existe, com exceção a qualquer pratica que não envolva o pecado. Explique que o ser humano, por mais que se esforce, nunca alcançará a poder de Deus. Você pode pedir que os alunos realizem pesquisas em grupos e tragam para a aula o que descobriram durante a semana, de forma que cada grupo poderá apresentar a sua contribuição para o assunto.

Tenha uma boa aula!

Cadastre-se e receba ofertas e novidades por e-mail.