Lição 5 - Enfrentando uma Crise!

1º Trimestre de 2021

Texto bíblico: Eclesiastes 12.1; Tiago 1.12.

Prezado(a) professor(a),

Na lição desta semana seus alunos aprenderão sobre as crises que afetam a fase da pré-adolescência. Quem nunca enfrentou momentos difíceis nesta fase da vida? Tudo parece confuso e várias perguntas vêm à mente. Vivemos uma luta diária que envolve o corpo, a mente e o espírito. Todas as áreas da vida são impactadas pelas dificuldades, e somente com muito equilíbrio, paciência e fé é possível vencer as adversidades. Mas todas essas mudanças fazem parte do processo de amadurecimento das funções emocionais e intelectuais. Se não enfrentarmos certos os problemas nesta fase, dificilmente, estaremos preparados para lidar com a vida. Em contrapartida, Deus usa esses momentos de dificuldade para ensinar seus alunos grandes verdades que precisam aprender para alcançarem o equilíbrio necessário.

O Senhor é cuidadoso em fazer que todas as coisas cooperem para o bem daqueles que o amam com sinceridade. Assim sendo, na aula de hoje, caro(a) professor(a), você terá a oportunidade de conversar com seus alunos sobre a importância das crises. Esse desajuste que ocorre em vários aspectos da vida de seus alunos não é em vão, e eles devem sentir-se acolhidos para que aprendam a enfrentar os diversos níveis de dificuldade que lhes são apresentados. 

1. Uma luta que envolve o corpo, a mente e o espírito. A Palavra de Deus afirma que somos tentados continuamente em vários aspectos da vida. O corpo é tentado a pecar haja vista que as maiores necessidades do ser humano estão ligadas às coisas materiais e, por isso, constantemente somos tentados a apresentar o nosso corpo a praticar as obras da carne que não estão em conformidade com a vontade de Deus (cf. Tg 1.14,15). Devemos apresentar o nosso corpo como sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o nosso culto racional (cf. Rm 12.1,2). A mente está em contínua batalha, pois é nela que o adversário combate a fim de que não pensemos nas coisas que são do Alto, mas somente nas que são da terra (cf. Cl 3.1-3). Essa é um estratégia do adversário para que não tenhamos a compreensão das coisas espirituais que nos são esclarecidas pela ação do Espírito Santo. Já a nossa parte espiritual envolve a adoração dedicada a Deus, visto que somente o Senhor é digno de receber completa adoração e devoção. Entretanto, somos continuamente tentados a reverenciar e atentar para outras coisas desta vida e, com isso, dividirmos a reverência devida a Deus (cf. Mt 6.24,33).

2. Todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus. Muitas pessoas imaginam que Deus permite adversidades para puni-las por seus pecados ou porque Deus não se importa com elas. Mas, na verdade, a intenção do Senhor é utilizar tais situações a fim de moldar o caráter de Cristo em cada crente. A versão do evangelho que alguns pregam, afirmando que não deve haver sofrimento para os servos de Deus não é verdadeira. Jesus afirmou que no mundo enfrentaríamos aflições, mas deveríamos manter o bom ânimo, pois Cristo já havia vencido o mundo (cf. Jo 16.33). De outro modo, o Senhor também tem o poder de usar as coisas que nos trazem certa tristeza para o nosso bem. O apóstolo Paulo afirmou com toda a convicção que “todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus” (Rm 8.28). Observe que o apóstolo é claro em afirmar que todas as coisas contribuem “juntamente”, isto é, estão unidas com o mesmo propósito: o bem! Deus trabalha para o bem de seus servos e faz com que cada aflição ocupe um lugar bem organizado na vida deles para que o melhor seja extraído em cada experiência: o melhor caráter, a melhor adoração, o melhor serviço cristão, enfim. Que a nova natureza gerada pela ação do Espírito Santo, de fato, seja notória na vida de cada filho de Deus.

Considere os aspectos abordados na lição desta semana e converse com seus alunos sobre as crises e dificuldades que estejam atravessando nesta fase da vida. Aproveite para contar alguma experiência de adversidade que você, professor(a), tenha enfrentado nesta fase e com oração e confiança no Senhor conseguiu sair vitorioso. Seus alunos observam em você um exemplo de como vencer os conflitos que surgem no momento. Mostre que Deus tem o controle de todas as coisas, e seja qual a for a crise que estejam enfrentando o Senhor está com eles em todos os momentos.

Tenha uma excelente aula!

Cadastre-se e receba ofertas e novidades por e-mail.