Lição 11 – Jogos Eletrônicos, Uma Aventura Perigosa!

Texto bíblico: Gálatas 6.7,8; Efésios 4.17-19.


Prezado(a) professor(a),


Na lição desta semana vamos tratar a respeito do perigo que muitos pré-adolescentes correm ao adentrar para o mundo virtual dos jogos eletrônicos. Evidentemente que os tempos são outros. Muitas brincadeiras que fizeram parte da infância dos adultos de hoje já não são tão atrativas como eram no passado. Os pré-adolescentes atuais são bem mais tecnológicos, estão antenados com as redes e mídias sociais e nesse contexto estão os jogos virtuais. Muita gente, até mesmo adultos, passa boa parte do dia preso à frente do computador à procura de diversão e entretenimento. Não é pecado a diversão, afinal de contas, somos seres sociais que precisam do momento ócio para desfrutar de um lazer. No entanto, há um perigo com o uso excessivo de jogos virtuais e isso tem sido alvo de muita discussão até mesmo entre especialistas.
Muitos pré-adolescentes não encontram limites para usufruir dos jogos virtuais. Infelizmente, isso tem trazido malefícios para várias áreas da vida, inclusive, no que diz respeito aos estudos. Por esse motivo, caro(a) professor(a), a aula desta semana é uma oportunidade de você conscientizar seus alunos a respeito dos malefícios de uma diversão mal usufruída. Ensine a sua classe que deve haver tempo e limite para qualquer diversão. O excessivo uso dos jogos eletrônicos ou virtuais tem afetado até mesmo o humor e o comportamento de muitos pré-adolescentes. Há certos perigos que rondam aqueles que ocupam o tempo com esses jogos e a Palavra de Deus exorta a respeito da moderação.

1. O perigo do isolamento. Um dos perigos mais eminentes para aqueles que desfrutam da diversão virtual por meio dos jogos eletrônicos é o isolamento. Pré-adolescentes que passam horas e horas à frente do computador correm o sério risco de adquirirem alguma depressão. A falta de socialização e interação com os outros pré-adolescentes da mesma idade podem trazer sérios problemas. Além da depressão, a capacidade de se relacionar com o próximo também é afetada. A Palavra de Deus afirma desde o princípio que “não é bom que o homem esteja só” (cf. Gn 2.18). Este ensinamento se aplica a qualquer situação de isolamento ou solidão. Há muitos pré-adolescentes que apresentam tendência à solidão como forma de fugir de certos constrangimentos e preferem o isolamento a ter que se enfrentar a realidade. O papel da igreja
é integrar esses pré-adolescentes a fim de que estejam em comunhão com os demais e sintam-se pertencentes à igreja (Jo 13.34,35; Gl 6.2; Hb 10.25).

2. Tempo e limite para a diversão. A diversão faz parte do entretenimento de seus alunos na fase em que estão vivendo. Excluir o lazer da vivência de um pré-adolescente pode ser algo muito prejudicial para o seu desenvolvimento psicossocial. Entretanto, essa diversão precisa ser dosada para que outras áreas da vida do pré-adolescente não sejam prejudicadas. A área dos estudos, geralmente, é a mais afetada pela falta de disciplina no uso dos canais de entretenimento. É importante ressaltar que a moderação é uma virtude ensinada na Palavra de Deus e deve ser aplicada em todas as áreas (Pv 3.21; Tm 1.7). É preciso ser moderado não apenas na forma como nos expressamos ou no que diz respeito ao temperamento, mas também com relação aos bens que usufruímos. Neste caso, o uso excessivo dos jogos virtuais pode ser muito prejudicial para o desenvolvimento intelectual dos alunos. Um tempo que poderia ser dedicado aos estudos, infelizmente, em muitas ocasiões tem sido desperdiçado com entretenimento e diversão sem que haja disciplina. Aproveite para conscientizar seus alunos com as palavras do apóstolo Paulo na Carta destinada aos gálatas: “Não se enganem: ninguém zomba de Deus. O que uma pessoa plantar, é isso mesmo que colherá” (Gl 6.7). Se seus alunos prezam por uma diversão indisciplinada em detrimento de uma vida regrada quanto aos estudos, deve-se considerar que o resultado será um futuro com menos oportunidades de emprego e uma formação profissional de baixa qualidade.

Com base nestas informações, enfatize aos seus alunos que ser disciplinado é pré-requisito para que tenham êxito em várias áreas da vida, inclusive, nos estudos e na vida profissional. Converse com eles sobre o excessivo tempo que desperdiçam nas redes sociais, nos jogos virtuais. Mostre os males desta prática e os benefícios de um entretenimento disciplinado.


Tenha uma boa aula!

Cadastre-se e receba ofertas e novidades por e-mail.