Lição 10 - Uma Promessa para Abraão

1º Trimestre de 2019

Objetivo: Que o aluno aprenda a confiar nas promessas do Senhor.

Ponto central: Confie nas promessas de Deus e não tome decisões antes de orar.

Memória em ação: “Vocês precisam ter paciência para poder fazer a vontade de Deus e receber o que ele promete” (Hb 10.36).

Querido (a) professor (a), na próxima aula vamos ensinar aos pequeninos sobre confiança nas promessas de Deus.  Para isso, não deixe de fazer uma autorreflexão sobre como anda a sua. Uma das grandes provas para a fé é o tempo. Certamente, é um dos testes mais árduos para nós humanos, tão limitados ao Chronos, enquanto o nosso Deus Todo-Poderoso se move no Kairós.

Ambos são termos gregos para designar o tempo. Porém, Chronos refere-se ao tempo medido pelo nosso relógio, calendário, dentro de um limite, de uma lógica cronológica humana. Enquanto o Kairos não obedece à unidade de medidas, significa o “momento certo”, oportuno. É um aspecto qualitativo e, para nós, abstrato do tempo. Por isso, muitas vezes pode fugir à nossa compreensão. Como para Sara, aos noventa anos, ouvindo que seria mãe. E de uma grande nação. Humanamente, como não calcular os anos que ela passou tentando?! E mesmo no auge de sua juventude conseguiu gerar, nem sequer um filho. Como não pensar em quanto tempo e quantos milagres seriam necessários para Deus realizar isto?! Imagine com o passar dos anos...

“Mas, amados, não ignoreis uma coisa, que um dia para o Senhor é como mil anos, e mil anos como um dia. O Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns a têm por tardia [...]” (2 Pedro 3.8,9).

Talvez você também esteja aguardando uma promessa do Senhor há muito tempo e à medida que os anos passam, as circunstâncias a fazem parecer cada vez mais improvável.  Quem sabe a esta altura, você até se pergunta, se Ele não mudou de ideia ou se isso era para uma outra época. Teria sido uma compreensão equivocada? Será que Ele desistiu?! Todos nós passamos por essas dúvidas e crises durante a espera. Até mesmo o PAI DA FÉ, Abraão, passou! Então, não se martirize, derrame-se aos pés do autor e cumpridor de todas as suas Palavras e seja honesta, clamando para Ele até mesmo ressuscitar a sua fé, se preciso. Lembre-se as promessas do Senhor não tem prazo de validade.

“Deus não é homem, para que minta; nem filho de homem, para que se arrependa; porventura, diria ele e não o faria? Ou falaria e não o confirmaria?” (Números 23.19).

Se você precisa de renovação ou confirmação, antes mesmo de preparar esta aula, se possível agora mesmo, ajoelhe-se, fale com Deus. Ele certamente irá responder o seu clamor.

Um grande fortalecedor da nossa fé é como o profeta Jeremias disse mesmo no auge de sua dor, “trazer à memória o que nos dá esperança”. Por isso, aproveite este tema e faça uma lista das promessas que o Senhor te fez ao longo da sua vida e foram cumpridas. Não perca a alegria por tudo que já conquistou ou recebeu do Senhor. Compartilhe com as crianças algumas delas. Eles adorarão ouvir e com certeza também edificará a fé delas.

O Senhor te abençoe e capacite.

Boa aula!

Paula Renata Santos
Editora Responsável pela Revista Primários da CPAD

Cadastre-se e receba ofertas e novidades por e-mail.