Lição 2 - A História do Semeador

4º Trimestre de 2020

Objetivo: Que o aluno aprenda que é importante guardar a Palavra de Deus no coração.

Ponto central: O nosso coração deve estar aberto para a Palavra de Deus.

Memória em ação:Feliz quem lê este livro, e felizes aqueles que ouvem as palavras desta mensagem profética e obedecem ao que está escrito neste livro” (Ap 1.3a)     

Querido (a) professor (a), 

ao longo das próximas aulas, seguiremos compartilhando com nossos primários acerca das ricas parábolas de Jesus. Apesar da atemporalidade dessas lições preciosas, é preciso contextualizá-las para que o ouvinte urbano do século presente compreenda a sua profundidade. 

Justamente com este propósito, sugerimos no subsídio da lição anterior, a plantação de algumas sementinhas, a fim de ajudar nessa ambientação dos pequeninos com o solo, semeadura, tempo de germinação e crescimento de cada semente, etc.   

Se você fez a experiência sugerida na lição anterior, poderá utilizá-la como exemplo também nesta próxima aula. E caso não tenha feito, ainda há tempo para realizá-la nesta lição, recapitulando a anterior e introduzindo a parábola do semeador, pois ambas se conectam de uma maneira muito especial e esta experiência prática ajudará as crianças a melhor compreendê-la e internalizar suas lições.

Explique que antigamente e no local onde Jesus contou esta parábola tinham muitas pessoas do campo, que plantavam seus próprios alimentos e viviam da venda deles. Então, elas entendiam perfeitamente que nem todo solo era bom receptor da semente, por isso nem todas vingavam ou chegavam a dar frutos. 

Até hoje é desta forma, existem diferentes tipos de solo e maneiras de cuidar e plantar neles, do contrário, não há produção de alimentos.     

Nesta faixa etária seus alunos provavelmente já estão ouvindo nas suas escolas sobre os tipos de solos: Argiloso, Humífero, Arenoso e Calcário.  Portanto, é interessante fazer esta pequena recapitulação, antes da introdução da história. 

Se possível, leve fotografias de cada um. Você encontra com facilidade na internet ou livros de ciências e geografia desta faixa etária. Tal recapitulação, além de ajudá-los em suas classes seculares, clarificará a explicação e aplicabilidade da parábola do Semeador em nossas vidas.     

Ao final da história, pergunte que tipo de solo seus alunos querem que sejam seus corações. Ore com eles para que a semente da Palavra de Deus frutifique em cada um e jamais se perca.     

O Senhor lhe abençoe e capacite! Boa aula.

Paula Renata Santos
Editora Responsável pela Revista Primários da CPAD 

Cadastre-se e receba ofertas e novidades por e-mail.