Ética para todos

douuglaseditadoMesmo em tempos modernos a ética cristã é um tema que não está consolidado pelas Igrejas. Os conceitos éticos estão sempre em discussão, por conseguinte, esta abordagem possui um alto grau de importância por sermos contemporâneos de uma época na qual os conceitos da pós-modernidade se empenham em relativizar a ética e a moral pregada e defendida pela Igreja. Os valores estão sendo questionados por aqueles que se mostraram simpáticos às ideologias secularistas que se opõem a cultura judaico-cristã, portanto,torna-se imprescindível identificar, resgatar e ratificar os princípios elementares da ética cristã que servem de base para o viver e a conduta diária do cristão. E para fundamentar a importância da ética cristã no cotidiano do povo de Deus, as Lições Bíblicas deste trimestre abordarão alguns pontos sobre o assunto. O convidado para discorrer sobre os temas é pastor Douglas Roberto de Almeida Baptista, líder da Assembleia de Deus de Missão do Distrito Federal e do Conselho de Educação e Culturada CGADB. Relator da Declaração de Fé das Assembleias de Deus no Brasil, Graduado em Teologia, Pedagogia, Filosofia e Educação Religiosa, pós-graduado em Docência do Ensino Superior, Especialista em Bibliologia, lato sensu em métodos de ensino da filosofia esociologia, mestre em Ciências das Religiões, mestre e doutor emTeologia, doutorando em educação. Pastor Douglas é articulista da CPAD, mas é a primeira vez quecomenta uma Lição Bíblica.

Quais são os princípios elementares da ética cristã que precisam ser ratificados?
O princípio fundamental da ética cristã está alicerçado na fonte da revelação da vontade de Deus para com o homem, isto é, os valores cristãos são extraídos das Escrituras Sagradas, e, portanto são imutáveis e divinos. Deste princípio depende os demais elementos, assim, é preciso ratificar, por exemplo, que os padrões daética e da moral cristã não sofrem mutações de cultura para cultura, o que significa dizer que os valores cristãos são permanentes, pois a fonte de autoridade é permanente,uma vez que foi o próprio Cristo quem disse: “o céu e aterra passarão, mas as minhas palavras não hão de passar”(Mt 24.35).

Em nossa época, muito se tem falado em relativismo cultural, este conceito tem sido a principal resistência em relação aos valores da ética cristã?
De fato, o relativismo tem sido uma funesta ideologia que vem desencadeando a inversão e alteração dos valores cristãos. A teoria filosófica do relativismo cultural ensina que não existe norma moral ou ética válida para todas as culturas. A ética relativista, também é conhecida como “ética situacional”. Apregoam que os valores éticos e morais dependem da cultura, e desse modo o que é certo para um pode não ser certo para o outro. Porém, apesar de ser verdade que a cultura se modifica, as Escrituras advertem os cristãos a viverem em santidade em todas as épocas e culturas de acordo com o modelo bíblico (1Pe 1.15, 23-25). 

Atrelado ao relativismo cultural discute-se também a questão de gênero, quais são as principais consequências desta ideologia?
A ideologia de gênero ensina que os papéis dos homens e das mulheres foram socialmente construídos e que tais padrões devem ser desconstruídos. Também é conhecida como “ausênciade sexo”. Esse conceito ignora a composição anatômica do corpo humano e alega que o ser humano nasce sexualmente neutro. Desse modo, a orientação sexual passa a ser moldada ao longo da vida, por exemplo, a criança passa a decidir depois de crescida se quer ser meninoou menina. Homens e mulheres podem manter relações sexuais com pessoas do mesmo sexo ,tudo é relativizado e permitido. Estes e outros males resultam na depravação humana. Ações hoje condenadas como a pedofilia, por exemplo, passarão a ser toleradas como resultado da aceitação da ideologia de gênero.

Em nossos dias muitos segmentos da sociedade se mostram favoráveis ou simpatizantes com a prática do aborto, como esta questão ética tem sido abordada pela Igreja?
A valorização da dignidade humana, o direito à vida e ocuidado à pessoa vulnerável são princípios e doutrinas imutáveis do cristianismo. Infelizmente, em novembro de 2016, a 1ª Turmado STF considerou que aborto até os três meses não é crime, abrindo um precedente para a descriminalização. Em contrapartida,apoiada nas Escrituras, a Igreja defende a vida humanades de a sua concepção. Ensina que a vida humana é sagrada e não pode ser violada pelo homem (1Sm 2.6). E, ainda levanta a bandeira que o aborto contraria os princípios bíblicos e deve ser combatido (2Tm 3.8).

Quais são os demais temas éticos que estão presentes no debate atual e qual tem sido o posicionamento da Igreja diante destes debates?
Os temas éticos em debate são diversos e variados, mas destaco além daqueles aqui já tratados, as questões que envolvema eutanásia e o suicídio.Tanto a eutanásia (antecipação ou aceleração da morte) como a prática de tirar a própria vida estão crescendo assustadoramente em todo o mundo.Quase um milhão de pessoas tiram a própria vida todos os anos. Mercê destes fatos a Igreja se posiciona, por meio do trabalho de conscientização e evangelização, que não se pode banalizar e nem tampouco interromper o ciclo e a missão da vida outorgada por Deus. Portanto, a postura da Igreja tem sido no sentido de ajudaras pessoas a não sucumbi em diante destes males.

Em relação aos valores éticos, tão em falta na sociedade brasileira, como os princípios bíblicos podem beneficiar a população brasileira?
Quanto a esta questão, o teólogo Agostinho de Hipona (354 – 430 d.C) advertia que a eventual virtude demonstrada por alguém era algo temporário,falso e aparente. Então, somente a genuína regeneração faria o homem verdadeiramente virtuoso. Com o advento da Reforma, os protestantes restauraram a ética de Agostinho, isto é, para a transformação da sociedade é necessário abandonar o pecado, o erro e a corrupção, moldar o caráter e viver com integridade fundamentada na essência do cristianismo“amar a Deus e ao próximo”. Se estes princípios bíblicos forem observados, certamente nossa sociedade poderá experimentar um tempo de paz, harmonia e tranquilidade.

Que providências devem ser adotadas pelos pastores a fim de resguardar a integridade do povo de Deus?
Restabelecer de imediato a primazia da Palavra de Deus nos púlpitos da Igreja. Na medida em que a autoridade bíblica é abandonada, suas verdades se corrompem na consciência cristã e suas doutrinas perdem a importância. Por isso, para resguardar a integridade dos cristãos é urgente proclamar as Escrituras como fonte de autoridade e revelação única para a conduta cristã. Portanto, os sermões precisam ser exposições claras e objetivas das verdades bíblicas a fim de conscientizar os crentes para ser a luz do mundo (Mt 5.14) e não o de promover falsa espiritualidade por meio de cultos triunfalistas que não moldam o caráter de ninguém. 

Quais as características de um homem comprometido com a Palavra de Deus?
Segundo as Escrituras, a principal característica do servo é o temor a Deus (Pv 9.10). O temor traz entendimento e conduzo cristão pelo caminho daobediência e assim o protege dos maus caminhos (Jó 28.28;Pv 16.6). Desta forma aquele que teme ao Senhor não ousa relativizar as Escrituras. Sua postura é de defesa e observânciadas verdades bíblicas, seu caráter é irrepreensíveltanto nos aspectos da éticacomo os de ordem moral. Não se corrompe, é limpo de mãos, puro de coração, não se entrega a vaidade e não é dissimulado (Sl 24.4). É identificado como “obreiro que não tem de quese envergonhar, que manejabem a palavra da verdade”(2Tm 2.15).

Fonte: Revista Ensinador Cristão, Ano 19 - nº 74 – abr/mai/jun de 2018.

Cadastre-se e receba ofertas e novidades por e-mail.